Arquivo da tag: conforto

Bom Feriado

Dentro da cabine do banheiro. Mola, Circo Voador.
Foto0010_02

Exposição 30 anos da Melissa, Santa Teresa.
Foto0013_02
Foto0016_02
Foto0026_01

Nos arredores de Santa.
Foto0023_01
Foto0036_01

Family Girl

Primo, mãe, tia e eu
image

Um dos momentos mais legais desse ano foi essa viagem com a minha família. Comidinhas maravilhosas e conversas que fazem o coração encher de amor, sabe?
Fomos para Caratinga, interior de MG, lugar onde minha mãe foi criada e eu também passei boa parte da infância. Voltar lá me faz lembrar de quando eu era pequenininha e achava que a casa da vovó do menino maluquinho, do Ziraldo, era a mesma que a da minha bisa. Até resgatei meu livro antigo e fiquei olhando a ilustração. Ai, como é parecida. Até a samambaia! Casa de vó é tudo igual mesmo, não é?

Meu livro todo rabiscado do O Menino Maluquinho
image(3)

Presente de frio

Depois de muitos dias de calor intenso, o friozinho finalmente chegou aqui no Rio. Até quando ele vai durar a gente não sabe, então eu, que não sou boba nem nada, estou aproveitando para fazer programinhas aconchegantes e curtir essa raridade climática na minha cidade 40º.
Uma das minhas paradas prediletas quando chega essa época do ano é a Confeitaria Colombo, no Centro. Passei lá na sexta e me reencantei. O lugar é lindo, chique, totalmente antiguinho e cheio de classe, sabe? Fora o ar de nostalgia… É impossível não sentir que aquele ambiente está carregado de História. Acho o máximo, fico com vontade de voltar no tempo uns 100 anos.

DSC_0419
DSC_0392
E no fim das contas, back in 2009, um quiche de gorgonzola com nozes para matar a vontade de salgado. Uma tartelette de nozes para matar a vontade de doce. Um café para arrematar as duas vontades e pronto, volto feliz para casa.

DSC_0408

Auto-ajuda

Essa é a minha despedida de um junkie way of life que venho levando faz tempo. No meu dia-a-dia comer todo tipo de besteira, dormir 5h por noite, não fazer exercício algum é completamente normal. Fora não cuidar direito da minha pele e do meu cabelo, aturar rapazes que não me tratam como uma princesa (meninas solteiras, leiam “Ele não está tão a fim de você”!), me comprometer com trabalhos que não quero fazer por motivos que nem eu sei explicar. A lista de auto-destruição é interminável.
Supondo que eu não seja a única nessa situação, me pergunto, por que a gente faz isso com nós mesmos? Resolvi começar a compartilhar aqui no blog uma mudança de estilo vida. Desafio para mim mesma. Nada radical nesse primeiro momento, aprendi que essas coisas funcionam melhor quando são feitas aos poucos e com objetivos que não sejam vistos como sacrifícios terríveis, mas como um novo hábito maravilhoso. Essa, aliás, é a parte mais difícil.
Vou começar pela parte mais crítica, a alimentação. Como tenho gastrite, comer de maneira saudável é uma obrigação para mim. Não tô falando de dieta para emgrecer, que isso fique claro. Mas se isso acontecer vai ser ótimo!
Proibições: refrigerante e fritura.
Restrições: tudo com cafeína, comidas gordurosas (principalmente os vilões sorvete e croissant), chocolate, amendoim, cebola crua e alho em excesso. Meu deus, chocolate e alho vai ser difícil superar.
Regras: beber muita água, comer pouco e mais vezes ao dia.
Bom, são esses os pontos que tenho que mudar mais rápido. Acho válido fazer uma listinha, não? Se lembrar de mais alguma coisa vou atualizando junto com os posts sobre o assunto.
Só para esclarecer, não vou ficar falando só sobre meu novo lifestyle aqui não, ok? Não sou tão chata assim.
DSC_0355_baixa
Olha a foto desse sábado, eu escorregando bonito na comida do mau. Frappuccino de morango com sobertura de chantilly. Parei!
Melhor falar da roupa, que não tem nada de mais, mas foram dois achados. O casaco foi comprado na Farm numa promoção amiga com 40% ou 60% de desconto, não lembro. Bem quentinho e tem um tom de verde lindo que eu adoro. A regatinha é da H&M, foi umas 10 libras. Ninguém gosta da estampa dela, mas eu gosto! Então tá!

Dia das mães low profile

Domingo é dia de descansar, curtir a preguiça, ver filmes, fazer programinhas lights. E nesse dia das mães, eu e minha mãe decidimos manter esses hábitos que adoramos e não enfrentar os restaurantes lotados, nem nos despencar para muito longe.

DSC_0255_02 (600 x 402)
Primeiro, almoço com suco de melancia no Terzetto Cafe. Hidratação pura.

DSC_0280_02
Depois, um passeio pela Feira Hippie de Ipanema. Vale super a pena, tem tanta coisa bonita. O segredo é olhar cada barraquinha com cuidado. Os achados são inevitáveis.

DSC_0288_02
DSC_0292_02 (600 x 413)
Vestir conforto, para mim, é o charme de todos os domingos.

Mais duas fotos de hoje