Arquivo do mês: fevereiro 2011

Farm

Festa bonita rende fotos bonitas!
















Quer saber mais? Vai lá no blog da Farm!

Made in China

Quando estive em São Paulo não pude deixar de visitar a Liberdade, bairro Chinês cheio de bugingangas, cosméticos e pratos para comer de hashi (que eu tanto amo).

Aproveitei para tirar várias fotos (um pouco toscas) das bebidas loucas que tem para vender lá na Casa Bueno, parque de diversão dos ocidentais bobões e dos orientais saudosos. Querem ver?






Só tive coragem de experimentar a de Lichia. Me surpreendi, é uma delícia!

Looks lindos do dia

Uma mistura de Garance Doré com The Selby. Essa foi a definição mais próxima que encontrei para o Closet Visit. Tô puxando o saco, eu sei, mas eu sou assim quando gosto de alguma coisa. E acho que o site tem muito potencial, dá uma espiada.









Moças inspiradoras e cheias de classe. Vale a visita? Clica aqui, baby.

Havana Cafe

O calor do Rio não combina, mas fica para aquecer o coração.


Ou para inspirar algum leitor em outro canto mais fresco do Brasil ou no gelinho do ar condicionado.

10 passos para ser feliz sendo artista

É, vamos começar dizendo que não é fácil. Mas também vamos começar concordando que mais difícil ainda é abandonar um sonho e viver na contramão do seu coração.
Por isso resolvi fazer esse post. Por mais que eu não seja uma artista ao pé da letra, trabalho com criatividade e sei como é que são essas coisas de luta diária. Espero conseguir ajudar. Vamos lá?

1) Assuma-se!
Não adianta querer ser visto como artista sem primeiro assumir para si mesmo. Imagine que você seja um fotógrafo. Um futuro cliente ou empregador te pergunta o que você faz da vida e você responde “Eerrrr, eu sou, você sabe, trabalho com fotografia. Bem, faço o que dá, né.” Pronto, já perdeu o trabalho.
Seja firme, confie no seu taco.

2) Trabalhe sua auto estima.
Sabe aquela história “se eu não gostar de mim, quem vai gostar?”. Então, é bem por aí. Claro que você não vai se achar a última bolacha do pacote, mas saber o seu valor é imprescindível para conseguir se promover e ser profissional, inclusive na hora de cobrar um preço justo pelo seu trabalho. Valorizar seus pontos fortes, onde / o que já estudou, quais as experiências anteriores e etc.

3) Tenha flexibilidade.
Nem tudo na vida são flores. Muitas vezes acontece de você ter que fazer outras coisas que, aparentemente não tem nada a ver, até conseguir alcançar o seu objetivo final. Na vida de artista o mais comum é não conseguir se sustentar nos primeiros meses ou anos. Arrumar um emprego para garantir o seu dinheiro todo mês não é desvio de objetivo, é flexibilidade. Basta ter consciência de que aquilo é temporário e se esforçar.

4) Esforce-se.
De verdade, com todas as suas forças. Não adiantar fazer um esforcinho. Tem que ser daqueles que movem montanhas. Então dê logo o seu jeito de encontrar sua (s) motivação (ões) e vá em frente.

5) Seja alto astral.
Por que ninguém gosta nem indica gente chata.

6) Procure estudar, se cercar de referências.
Ideias e inspiração não surgem do nada. Por isso, corra atrás de cursos (os gratuitos são válidos para quem tá duro), livros, filmes, internet e tudo que puder. São as coisas que nós absorvemos que fazem a gente ser o que somos.

7) Divulgue-se.
Trabalho bem feito e engavetado? Na na ni na não! Aproveite as ferramentas gratuitas da internet, faça sua vitrine e mostre para toda a sua rede de contatos. Não é só de fofoca que vivem o twitter, facebook e blogs. Muito pelo contrário.
E se precisar de ajuda para direcionar suas ações, me manda um email ou um comentário aqui no post. Já viram que comecei a divulgar aqui no Um Charme meu trabalho com marketing e mídias online?

8) Não tem trabalho? Crie suas próprias oportunidades.
Publicitários quando estão começando precisam criar uma pasta com seus trabalhos para apresentar para a agência. O único problema é que nunca tiveram nenhum cliente, então, como ter um portfólio? Imagina se todos desistissem aqui. Não haveriam publicitários no mundo.
Então o que eles fazem? Inventam. Inventam clientes, marcas, lançamentos. Ou então vão no bar da esquina e se oferecem para fazer uma logo, um layout de cardápio novo, letreiro… Ou até identidade visual toda do lugar. Aí o tio do bar conta pro outro, que fica se roendo e te pede um orçamento.
Aqui a ordem vem do funk: “tenta a sorte pra tu ver.”

9) Respeite o tempo.
A vida está tão acelerada que às vezes a gente até perde a noção de dar tempo ao tempo. Saiba que ele pode ter ajudar a enxergar erros que hoje você não percebe, possibilidades que não tinham sido pensadas, novos e influentes contatos aparecem… E assim vai.

10) Encontre sua marca registrada.
Artistas que reproduzem trabalhos de outros só são perdoados quando estão começando. Isso é normal e até faz parte do aprendizado e da busca pela sua própria identidade. Mas não se engane fazendo a vida toda um monte de cópias e reproduções. Se empenhe em encontrar a sua marca, seu jeito. Você vai ser lembrado com mais facilidade por todo mundo, inclusive pelos seus futuros clientes e chefes (se for o caso).

Agora é com vocês. Como já dizia a minha mãe quando eu era pequenininha ao tentar me acordar: CORAGEM, FORÇA, DETERMINAÇÃO. Desde cedo ela já me ensinava o que é preciso para transformar sonho em realidade.

Cartão de Visitas

Agora eu também sou chique!

Feito pelo Gustavo. Para ver mais do trabalho dele clica aqui.

Craft Monday #21

O flickr é uma caixinha de surpresas, né? Tem tudo quanto é tipo de talento por lá e ultimamente tenho dados uma sorte danada de encontrar crafters incríveis.

O AndreaCreates é aquele tipo clássico de handmade, mil tipos de bolsinhas de pano com estampas fofas e florais, mas que, quando bem feitas, não cansam nunca. Eu, pelo menos, não resisto e sempre solto um “ooown, que gracinha”.









A artesã mora em Ohio, nos EUA, mas esperta que é, tem sua lojinha online no Etsy que nos permite comprar aqui do Brasil. E as coisas não são caras, levando em conta só o preço, vale a pena.

Para acessar a loja, clica aqui.
E o flickr aqui.